A Heresia da Ortodoxia

Opções disponíveis:

 Como o fascínio da cultura contemporânea pela diversidade está transformando nossa visão do cristianismo primitivo

 

Este livro é uma crítica ampla e abrangente da tese de Bauer-Ehrman, segundo a qual a forma mais antiga do cristianismo era pluralista, havia múltiplos cristianismos, e a heresia precedeu a ortodoxia. Köstenberger e Kruger não somente reagem à “teoria de Bauer”, usando os próprios termos da teoria, mas também empregam evidências neotestamentárias negligenciadas para refutá-la. Os autores analisam três elementos como base para as suas conclusões: a evidência de unidade no Novo Testamento, a formação e o fechamento do cânon, e a metodologia e a integridade no registro e na difusão de textos religiosos por parte da igreja primitiva.

 

Excerto

 

Autor: Michael Kruger
Editor: Vida Nova
Páginas: 320
Tamanho: 14 x 21 cm
Código: 53476